Arquivo | interior RSS feed for this section

as minhas meninas…

27 jun

Olha as minhas meninas
As minhas meninas
Pra onde é que elas vão
Se já saem sozinhas
As notas da minha canção

Vão as minhas meninas
Levando destinos
Tão iluminados de sim
Passam por mim
E embaraçam as linhas
Da minha mão

As meninas são minhas
Só minhas na minha ilusão
Na canção cristalina
Da mina da imaginação
Pode o tempo
Marcar seus caminhos

Nas faces
Com as linhas
Das noites de não
E a solidão
Maltratar as meninas
As minhas não

As meninas são minhas
Só minhas
As minhas meninas
Do meu coração

As Minhas Meninas
Chico Buarque

luisas, anas, elizas, luanas, alices…  obrigada!

Ah! Aceitamos encomendas por precinhos irresistiveis…

arroz, feijoada e desenhos…

16 maio

alguns trabalhos aparecem, até começam mas acabam apenas no rascunho… muitos são os motivos desde dinheiro, mudanças de concepção, indecisão do cliente.

na semana passada aconteceu com um trabalho que “já tinha subido no telhado ” fazia um tempinho e nem saiu dos rascunhos e testes.

este trabalho tinha um pé na cozinha interiorana.

desenhos com cheiro de fumaça de fogão a lenha, fruteiras fartas, chaleiras assobiando e compoteiras cheias de doces!

e assim mergulhei nos dias ensolarados de férias, de avos, de mães e crianças correndo descalças!

e me perdi tentando captar cada um dos objetos como velhos tios, cheios de histórias, sorrisos e um pouco de cansaço.